O significado esotérico dos símbolos de Apocalipse 13:1

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Nesse post veremos como satanás entregou e distribuiu para os ocultistas e esotéricos o seu reino através dos símbolos usados em Apocalipse 13:1, a areia, o mar, as cabeças, o nome de blasfêmia, os chifres e as diademas.

E EU pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. (Apocalipse 13 : 1)

É importante lembrar que esse sistema de governo mundial foi apresentado para eles como algo bom.

A areia

No mundo esotérico, a areia representa o elo de ligação com os deuses dos mares, ou seja, o ponto de fé (errado, mas não deixa de ser uma forma de fé). Diversos rituais mágicos são realizados usando a areia como fonte de conexão e encantamentos.

Em Apocalipse 13:1, o Apóstolo João está sobre a areia. Isso demonstra que a fé no verdadeiro Cristo liberta, conduz a verdade e nos tira das trevas praticadas pelo paganismo esotérico.

O mar

O culto ao mar surgiu por que os povos dependiam dele para sobreviver. E assim, adoraram mais a criação do que o criador.

O mar é cultuado a milênios pelos esotéricos.Foi do mar que surgiram mitos como as sereias, civilizações como Atlântida; deuses como: Netuno, Possêidon e também Shekinah a princesa dos mares em seus mais diversos avatares (Rainha dos céus, todo tipo de “Nossas senhora”, Isis, Yemenjá…) .

A besta com sete cabeças surgindo do mar representa os principais instrutores solares da humanidade que tem domínio sobre todos os demais deuses.

As sete cabeças

No esoterismo, as sete cabeças simbolizam a autoridade de governar, ordenar e instruir; e também simboliza o espírito manifestado em matéria. Segundo Platão, a cabeça pode ser comparada ao microcosmo universal, ou seja, uma forma individual de alguém se sentir um deus. Na cultura celta, a cabeça é fonte suprema de poder espiritual,

Em todas as mitologias existem alusões a deuses policéfalos que revelam a manifestação particular de um ser. Por exemplo: 1) O deus tricéfalo Hécate representava a dinvidade lunar, infernal e marinha; 2) O deus bicéfalo jano (que deu origem ao mês de janeiro) possuía duas cabeças que representavam o seu poder de ver o passado e o futuro.

Traduzindo tudo isso para o cristianismo…As sete cabeças estão interligadas e representam os maiores líderes espirituais que instruíram a humanidade. Assim como os seres policéfalos mitológicos eles estão interligados sendo que todos pertencem a mesma genealogia. Esse é ponto de vista da revelação progressiva bahá'i e seus sete avatares; sendo Baha’u’llah o oitavo avatar, cumprindo assim a profecia bíblica sobre as sete cabeças que levam ao oitavo rei (Apocalipse 17:11), sendo essa o cristo cósmico.

O oitavo avatar tem domínio sobre os deuses dos mares, a conexão da fé que era representada pela areia que agora passa a ser o seu nome (e também sobre os 10 chifres):

O nome de Blasfêmia

Sobre cada uma das sete cabeça temos um nome de Blasfêmia. Avatares espirituais são considerados manifestações de DEUS; sendo que o único e verdadeiro filho de DEUS é JESUS CRISTO. E como sabemos Jesus é Glorificado pelo pai:

E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. (João 14 : 13)

Ora, o que se pode concluir? Que as sete cabeças são glorificadas em DEUS; Por tanto, o nome de Blasfêmia e a “ Gloria de DEUS” nome do oitavo rei que é o cristo cósmico.

O nome de Jesus também é blasfemado no pentagrama de Baphomet

Em apocalipse 17:10 também temos uma revelação terrível sobre as sete cabeças. Nesse versículo ocorre uma divisão dos reis; cinco que ficam juntos, e os outros dois separados.

E são também sete reis; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo. (Apocalipse 17 : 10)

No esoterismo o cinco representa o pentagrama de Baphomet (satanás) Para Pitágoras, o Pentagrama era o símbolo da fusão com a alma e o espírito. Alguns cristãos primitivos acreditavam que o número cinco representava Cristo. Isso aconteceu por que o esoterismo infiltrou-se no meio cristão. Os alquimistas medievais recorriam à estrela de 5 pontas como sinal da Quinta “Essentia”, o quinto elemento.

Ora, sendo o nome de Jesus Blasfemado e ele o quinto elemento no esoterismo recaímos novamente na revelação progressiva Bahá’i e sobre os quatro avatares que antecederam Jesus que são: Krishna, Buda, Moises e Zoroastro. Observe que o nome de Moises também foi blasfemado, pois os Judeus não deram crédito aos seus ensinamentos que anunciavam a vinda de Jesus.

Os sete reis ou avatares são novamente unidos na formação do eléctrum com os sete metais que representam os sete planetas sobre o Pentagrama de Baphomet:

1) Prata / Lua ;

2) Mercúrio / Mercúrio;

3) Cobre / Vênus;

4) Ouro / Sol ;

5) Ferro / Marte;

6) Estanho / Júpiter;

7) Chumbo / Saturno.

E por fim, as sete cabeças são unificadas em Abraão, sendo esse pai de todos, Inclusive do cristo cósmico que é o oitavo rei.

Dessa forma, as sete cabeças são regidas pelo número nove. Fechando assim o significado cósmico da espiritualidade das cabeças da besta que são:

Krishna

Buda

Moises

Zoroastro

Jesus

Maomé

o Báb

Baha’u’llah

Abrão


Os 10 chifres e suas diademas

Alguns rituais sobre o uso do chifre podem ser encontrado dentro dos cultos solares na iniciação dos guerreiros e líderes da antiguidade esotérica.

Para provar a sua liderança, o guerreiro era enviado para algum lugar e tinha como missão trazer a prova que derrotou o animal. Por exemplo: Os Celtas, bretões e druidas costumavam trazer os chifres.

Os chifres também representam os deuses da floresta, os avatares cósmicos, que vão incorporar sobre o sacerdote ou guerreiro vencedor. Os iniciados colocam o chifre sobre a cabeça para receberem essas energias.

E assim, esse ato iniciático praticados no culto solar deu origem a Coroa dos reis.

Na Roma antiga, as ordens desses gerreiros eram composta por 10 pessoas e isso foi transportado para a formação do exército romano sobre a liderança do decurião que era responsável por 8 ou até dez soldados.

Esses ritos gnósticos mostram a filosofia a ser seguida pelos pretendentes ao cargo de mestre eleito. Para conquistarem o cargo deverão cumprir metas cada vez mais audaciosas e principalmente participação em estratégias políticas. Tal como na Roma antiga, o Anticristo também está incluso nesse crescimento espirtiual, pois o mesmo deve subir ao poder de forma gradativa e também por sua habilidade em enganar.

Na maçonaria, por exemplo, o título de mestre dos nove só pode ser obtido após a degolação de pessoas, nesse caso cristãos (ler o mistério da lenda - o mestre eleito dos nove)

Referências:

http://www.esoterikha.com/gnose/pentagrama_esoterico.php

http://symbolom.com.br/wp/?p=1698

http://www.circulosagrado.com/cs/magia/magianatural/magiamar.php

http://www.sedentario.org/colunas/teoria-da-conspiracao/bruxaria-paganismo-e-magia-sexual-–-parte-ii-3051

Sola Scriptura — Somente as Escrituras. Todos tem o Direito de Entendê-la sem a Necessidade de um líder religioso, Jesus fez Assim

terça-feira, 18 de maio de 2010

Quando você considera que Deus é Todo-Poderoso, onisciente e compassivo, sabe que ele nunca criaria um Plano de Salvação confuso, difícil de compreender, ou que requeresse explicações dos líderes espirituais. Realmente, as Escrituras ensinam esse fato repetidamente.

Considere estas Escrituras:

"A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices." [Salmos 19:7].

Obviamente, Deus espera que os "símplices" compreendam as Escrituras. Observe que não há inferência que as pessoas não possam compreender as Escrituras por si mesmas:

"A entrada das tuas palavras dá luz, dá entendimento aos símplices." [Salmos 119:130].

"Provérbios de Salomão... para dar aos simples, prudência, e aos moços, conhecimento e bom siso." [Provérbios 1:1,4].

"Por esta causa eu, Paulo, sou o prisioneiro de Jesus Cristo por vós os gentios. Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus, que para convosco me foi dada... Por isso, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do mistério de Cristo." [Efésios 3:1-2,4].

Em 1 Pedro 2:5 e 9, todos os santos são chamados de "sacerdócio real". A Nova Aliança de Jesus Cristo aboliu o sacerdócio do Antigo Testamento [Hebreus 7:11-25 e 8:5-13], cancelou a Velha Aliança e aboliu todos os sacerdotes. Deste ponto em diante, não há mais sacerdotes para "interpretarem" as Escrituras, as pessoas devem ler e compreender a linguagem simples das Escrituras.

Sendo tudo isso verdade, e como Deus espera que os homens e mulheres de todas as idades ouçam ou leiam sua Palavra e compreendam sua linguagem simples, então devemos esperar que ele tome grande cuidado para proteger sua Palavra da contaminação ou da má interpretação. De fato, Deus tomou medidas para evitar esse tipo de corrupção. Considere as seguintes Escrituras:

"Não acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do SENHOR vosso Deus, que eu vos mando." [Deuteronômio 4:2].

"Tudo o que eu te ordeno, observarás para fazer; nada lhe acrescentarás nem diminuirás." [Deuteronômio 12:32].

"Toda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele. Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda e sejas achado mentiroso." [Provérbios 30:5-6].

Observe que quem faz acréscimos à Palavra pura de Deus é chamado de "mentiroso".

"Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; e, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro." [Apocalipse 22:18-19].

Portanto, podemos ver três advertências distintas sobre o acréscimo ou remoção da Palavra de Deus da Bíblia Sagrada. Os fariseus e saduceus do tempo de Jesus eram os líderes de um sistema religioso que era chamado "A Tradição dos Anciãos", um sistema que Jesus atacou e condenou vigorosamente. Nessa Tradição dos Anciãos, os sacerdotes e escribas criaram uma "Escritura" paralela à Santa Palavra de Deus. Jesus condenou a Tradição dos Anciãos porque ela mudava e pervertia o verdadeiro significado da Palavra de Deus, conforme tinha sido entregue a Moisés e aos profetas. Veja o que Jesus disse a respeito da Tradição dos Anciãos:

"Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Por que transgredis vós, também, o mandamento de Deus pela vossa tradição? Porque Deus ordenou, dizendo, Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser ao pai ou à mãe, certamente morrerá. Mas vós dizeis: Qualquer que disser ao pai ou à mãe: É oferta ao Senhor o que poderias aproveitar de mim; esse não precisa honrar nem a seu pai nem a sua mãe, e assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus." [Mateus 15:3-6].

"Depois, perguntaram-lhe os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos conforme a tradição dos antigos, mas comem o pão com as mãos por lavar? E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim; em vão, porém, me honram, ensinando doutrinas que são mandamentos de homens." [Marcos 7:5-7].

Você vê que Jesus disse que qualquer um que observa a Tradição dos Anciãos está em vão honrando a Deus?

Veja Jesus condenar ainda mais a Tradição:

"Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens; como o lavar dos jarros e dos copos; e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas. E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição." [Marcos 7:8-9].

Você entendeu o significado da frase? Jesus disse que os judeus que guardavam a Tradição estavam, na realidade, rejeitando os mandamentos de Deus.

Agora, veja o Apóstolo Paulo condenar as Tradições dos judeus:

"Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo." [Colossenses 2:8].

Aqui, vemos o apóstolo Paulo dizer que a tradição dos homens contamina os ouvintes, e leva-os para o mundo, e não para Jesus Cristo.

O apóstolo Pedro adverte os cristãos da mesma forma:

"Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais." [1 Pedro 1:18].

Observe que Pedro chama a tradição dos pais de "vã maneira de viver".

A Igreja Católica Romana (e o sistema denominacional evangélico) criaram um sistema de sacerdócio similar ao sacerdócio do Antigo Testamento, embora o autor da epístola aos Hebreus diga claramente que a Antiga Aliança foi abolida quando Jesus Cristo instituiu sua Nova Aliança. No entanto, o mais grave é que a Igreja Católica Romana (e depois as igrejas chamadas evangélicas) criaram um sistema paralelo de interpretações, que chama de Tradição dos Pais, ou a Igreja. Os paroquianos aprendem que essas Tradições paralelas têm a mesma importância e valor que as Escrituras. Portanto, são igualmente culpados diante de Jesus Cristo, por "ensinar doutrinas e mandamentos de homens" [Marcos 7:7]. Assim, estão praticando uma adoração tão vã quanto a que Jesus disse que os fariseus praticavam em Marcos 7:6, citado anteriormente.

Assim, criando esse sistema paralelo, a Igreja Católica Romana é culpada de fazer acréscimos à pura Palavra de Deus [Provérbios 30:5-6]. Além disso, incorporou muitos ensinos e doutrinas pagãs, "cristianizou-os" e deu-lhes nomes cristãos, e ensina-os como Escritura inspirada para os fiéis. Demonstraremos nos próximos artigos esses ensinos pagãos.

Gostaríamos de encerrar mostrando um exemplo concreto em que a "Igreja" ensina mandamento de homens como se fossem de Deus. O apóstolo Paulo advertiu Timóteo a ser cauteloso com um determinado tipo de herético. Veja:

"Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência." [1 Timóteo 4:1-2].

Esses homens poderiam realmente semear a discórdia na igreja cristã, pois ao mesmo tempo em que professam serem cristãos, estão dando ouvidos aos espíritos enganadores e às doutrinas de demônios. Estão ensinando doutrinas de demônios e dizendo que são doutrinas cristãs! Essas pessoas devem ser evitadas e, quando o pastor de uma igreja cristã ver esse tipo de pessoa na congregação, deve providenciar para que seja afastada imediatamente.

Agora, você pode perguntar, "Quais são as doutrinas de demônios?" É uma boa pergunta e, pensando nisso, o apóstolo Paulo cita dois exemplos. Vejamos cada um deles separadamente.

Exemplo 1 de Doutrina de Demônios — "Proibindo o casamento" [1 Timóteo 4:3a].

Você sabia que o celibato — a proibição de casar — não se encontra em parte alguma da Bíblia? Deus instituiu e abençoou o casamento no Jardim do Éden. Como Satanás parece gostar de fazer sempre o oposto daquilo que Deus diz, não devemos nos surpreender que ele ensine a prática do celibato. Não é de se admirar que a Igreja Católica Romana enfrente uma luta interminável com os pecados sexuais entre seus clérigos! Esses pobres sacerdotes estão seguindo uma vida de celibato, uma doutrina ensinada por demônios.

Exemplo 2 de Doutrina de Demônios — "Ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças."

Você sabia que o ensino da abstinência de certas carnes é doutrina de demônios? Quando a "Igreja" adotou o ensino que não se deve comer carne na sexta-feira, ou durante outros dias especiais, isso é uma doutrina de demônios. Você também observou que Deus diz que as pessoas que conhecem a verdade comerão carne, dando graças a Deus?

Finalmente, observou o verso 2? Ele diz que as pessoas que ensinam essas doutrinas de demônios estão "falando a mentira em hipocrisia"! Além disso, aprendemos na segunda parte desse verso que essas pessoas podem ensinar essas mentiras em hipocrisia por não terem consciência. Veja: "Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência." Essa é a condição de qualquer pessoa, ou de qualquer igreja que ensine doutrinas de demônios.

Além disso, a Igreja Católica ensina outras doutrinas provenientes do paganismo. Nos últimos 1.200 anos, elas incorporaram dezenas de ensinos do paganismo, deu-lhe nomes "cristãos" e ensina-os como doutrina cristã aos fiéis. Em outras palavras, a "Igreja" fez acréscimos à Palavra de Deus! Ensina mandamentos dos homens como se fossem mandamentos de Deus!

Quanta doutrina falsa pode ser incorporada em uma igreja antes que Deus passe a considerá-la como uma igreja má? Não muita. Paulo advertiu sobre os falsos ensinos, chamando-os de "fermento":

"Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa?" [1 Coríntios 5:6].

Em outras palavras, apenas um pouquinho de fermento [falsas doutrinas] arruína toda a massa. Quanto veneno seria necessário para contaminar uma boa xícara de café; apenas uma gota de um veneno poderoso pode ser suficiente para matar uma pessoa, mas o café ainda assim teria um sabor normal.

Quando você analisa se deve ou não tomar um café que recebeu uma gota de um veneno mortal, pensa no café e desconsidera a presença do veneno, ou preocupa-se com o veneno? Certamente, você se preocuparia com o veneno, não com o café!

Da mesma forma, quando mostrarmos as terríveis práticas e ensinos pagãos que a Igreja Católica Romana importou das muitas religiões de mistérios satânicos, você precisa compreender que esses ensinos são venenos mortais colocados dentro de um café saboroso. Você não deve desconsiderar esses venenos espirituais, defendê-los e tentar dizer que a boa doutrina compensa a existência da falsidade. Não, esses ensinos são veneno espiritual mortal.

Por essa razão, insistimos em Sola Scriptura, isto é, somente a Bíblia como fundamento para nossa fé.


TRÊS MILAGRES POR R$ 1000,00 - Querem ficar Podres de Ricos, Custe o que Custar... Mas uma Apostasia da Ultima Hora .

sábado, 15 de maio de 2010


http://4.bp.blogspot.com/_j70GkE0m1Z4/S7ebZ_Lrv_I/AAAAAAAAAnI/bDxlbj1D0qs/s400/Silas+e+Murdock.jpg


Silas Malafaia , da Assembleia de Deus, pediu ao seu rebanho a contribuição de R$ 1.000 por cabeça. Ele disse que a arrecadação se destinará ao pagamento do horário de seus programas na tv.

O que o pastor não falou é que o dinheiro, entre outras coisas, servirá também para os gastos de manutenção do seu avião.

Mais uma vez Malafaia e seus pares adentraram em nossos lares com promessas não verdadeiras atrás de nosso dinheiro. Tal ataque já tinha sido anunciado há algumas semanas. Malafaia avisou que faria isso quando anunciou que o Sr. M. Murdock participaria de seu programa e para nossa angústia esse programa será reprisado algumas vezes. Como sempre fazem tais vendilhões do templo gospel adentram nossos lares com afirmações de novas revelações por parte do Espírito Santo. Não possuem base bíblica para tais afirmações daí apelarem para novas revelações. Calvino já nos advertia contra tais novas revelações já em 1540 aproximadamente.

Lutero disse: "
Fiz uma aliança com Deus: que Ele não me mande visões, nem sonhos, nem mesmo anjos. Estou satisfeito com o dom das Escrituras Sagradas, que me dão instrução abundante e tudo o que preciso conhecer tanto para esta vida quanto para o que há de vir."

Em agosto de 2009 M. Cerullo veio a este programa e tentou nos convencer a doarmos R$900,00 e assim seria liberada sobre nós uma unção financeira ilimitada até dezembro de 2009. Agora M. Murdock se apresenta tentando nos convencer que se doarmos R$ 1.000,00 três milagres serão liberados em nossas vidas.

Gostaria de comentar algumas aberrações ditas neste programa de 03/04/2010:

1 – A reação a um profeta do Senhor é proporcional à reação de Deus para com o homem.

Em primeiro lugar M. Murdock se coloca na posição e condição de profeta de Deus. Como se tivesse um chamado para ser profeta no Séc. XXI. Esse tipo de afirmação tentar respaldar suas falas e afirmações. Quem é competente para questionar um profeta? Nesta base tais pessoas se valem de uma autoridade auto proclamada e auto assumida e querem empurrar isso goela abaixo para a igreja. A afirmação feita por Murdock é descabida e indutiva. Isso leva o povo a crer que está obedecendo a Deus diretamente. Isso não é e nunca será verdade.
Esse tipo de pensamento e ensinamento coloca Deus como um ser desprovido de soberania, pois, fica aguardando o homem fazer para depois Ele fazer. A Bíblia nos diz que: "
Agindo Deus quem impedirá?" Na Bíblia sempre a iniciativa é de Deus. Deus não reage ao homem. Deus age em relação ao homem e o homem reage à ação de Deus.

2 – Murdock disse que seu novo livro está cheio de novas revelações. Mais parece com o livro mágico do Pr. Uriel do movimento de Boston, que teve uma revelação do livro que o profeta comeu ou se não me engano de um dos livros do Apocalipse, onde um anjo falava diretamente com uma equipe de seu ministério dando o significado de tal livrinho. Tal livro do Pr. Uriel tinha tanto poder que quando alguém tocava nele caia em arrebatamento espiritual. Ao longo do programa do Malafaia, Murdock leu algumas das novas e profundas revelações que recebeu. Mais parece conto da carochinha. Tentou demonstrar uma sabedoria espetacular, mas frontalmente contrária à Palavra de Deus. Ele disse algo parecido com isso: "se você tentar obter algo que Deus não lhe deu, Deus toma de volta o que lhe deu". Deus, nesta forma de pensamento, mais parece um menino zangado que dá e porque foi decepcionado retira o que deu. Murdock cita Sansão como exemplo. Deus havia dado a ele o favor de Israel e Seu poder, mas Sansão quis Dalila, aí Deus retira o poder de Sansão. O texto nos fala do pecado de Sanção ao quebrar o voto do nazireado e nunca essa lei imposta por Murdock. Tudo para tal pregado são leis espirituais. Se forem praticadas tudo ire bem, mas se forem quebradas o mal será descarregado em nós. Mais parece com o livro o Segredo. Exatamente o mesmo princípio.

3 – Murdock disse: "A única coisa que cria o favor de Deus é a obediência".

Nunca vi tanto besteirol como nessa afirmação. Se for favor, Graça então não é por atitude humana. O próprio termo favor ou Graça exclui a participação do homem, pois, Graça é o favor de Deus que nós não merecemos e nem fizemos por merecer. Mas para o grande sábio Murdock o favor de Deus é recebido quando obedecemos e acredito que assim diz para fortificar sua palavra que ele é profeta de Deus.

4 – Outra pérola: "Você deve semear a expectativa de uma semente". Tal afirmação faz coro com o famigerado ensino do Dízimo Profético. Esse ensino diz que devemos dar o Dízimo Profético, ou seja, devemos dizimar a quantia que esperamos receber 10 vezes mais. Entrego o dízimo antecipadamente sobre a quantia que quero ganhar. Ensino profano e mundano. Chega às raias da obscenidade. A prova disso é que no final do programa Murdock pede para as pessoas ligarem e se comprometerem com a oferta mesmo que não tenham dinheiro. Pede para as pessoas se comprometerem que ofertarão assim que Deus lhes abençoar. Pede para que ofertem daquele dinheiro que está reservado para um carro novo, uma viagem ou mesmo uma imprevisibilidade na vida. No fundo ele pede que ofertem de qualquer maneira, ou seja, não quer saber de onde virá o dinheiro, ele que é o dinheiro. Acredito que centenas de pessoas contrairão empréstimos para ofertar. Muitos deixarão de realizar algo importante para suas famílias e ofertarão.

5 - Murdock orou para liberar três milagres sobre os contribuintes.

1º milagre – Salvação de todos os familiares de todos os contribuintes em 12 meses.

2º milagre – Deus restituirá 7 vezes mais tudo aquilo que o Satanás levou em 90 dias.

3º milagre – Alguém demonstrará favor financeiro para cada contribuinte.

Analisemos os 03 milagres prometidos:

1º milagre: Salvação de todos os familiares de todos os contribuintes em 12 meses.

Ninguém pode garantir a salvação de ninguém, pois, a salvação vem de Deus e é obra de Deus. Sabemos que nem todos os seres humanos serão salvos, pois, Deus tem os seus eleitos e somente os tais serão salvos. Tal afirmação caminha para o Universalismo, doutrina que ensina que todos serão salvos, pois, Cristo morreu por todos. Logo ninguém se perderá. Sendo assim tudo fica mais fácil, pois, basta esperarmos para vê-los salvos. A salvação exige a responsabilidade do homem e está nunca será deixada de lado. O homem precisa responder ao sacrifício de Cristo e isso ele somente o faz quando é regenerado pela graça mediante a fé.

Agora, afirmar que porque alguém ofertou R$ 1.000,00 no ministério X salvação chegará a toda sua família no prazo de 12 meses é algo estranho à Bíblia e mentiroso. É um engodo dos mais terríveis. Salvação nunca foi e nunca será vinculada a oferta financeira, mas somente à Graça de Deus. Por isso, os reformadores cunharam uma das máximas da Reforma: SOLA GRATIA.

Está é a mesma mentira proclamada por M. Cerullo em agosto de 2009 no mesmo programa. Naquela ocasião quem desse uma oferta de R$ 900,00 receberia salvação em sua família. Nesse ponto Malafaia é coerente, pois, só trouxe ao Brasil profetas da mesma extirpe. Todos proclamando as mesmas asneiras.

2º milagres: Deus restituirá 7 vezes mais tudo aquilo que o Satanás levou em 90 dias.

Quem é M. Murdock para afirmar o que Deus fará em 90 dias? Será que é tão intimo de Deus a ponto de saber tais segredos da Divindade? Pense um pouco: Por que não 70 vezes mais? Por que não 700 vezes mais? Para quem pensa tão grande como Murdock 7 constitui-se em um número muito pequeno, não acha?

Tal afirmação de Murdock deixa Deus à mercê do Diabo. Como se Satanás fizesse o que bem entende sem prestar satisfação para ninguém. Não entendo essa mania ou ensino idiota de atribuir nossos fracassos a Satanás. Tudo o que deu errado foi o Diabo. Isso tira a responsabilidade do homem e transfere para o mundo espiritual. Ai vem alguém especial e promete que por R$ 1.000,00 que tudo voltará 7 vezes mais. Acho engraçado isso, pois, a Bíblia nos diz que Deus retribuiu a Jó 2 vezes. Muito esquisito isso!

Agora fica a pergunta: O que foi que Satanás levou? Ou o que foi perdi por causa dos meus pecados e erros de avaliação? Ou onde entra nisso tudo a Soberania de Deus?

3º - Alguém demonstrará favor financeiro para cada contribuinte.

Parece-me que alguém aparecerá do nada e dará dinheiro e resolverá todos os problemas instantaneamente. Que coisa ridícula e descabida.

O que achei mais lindo nisso tudo foi a garantia que o ofertante receberia um exemplar do novo livro de M. Murdock e um belíssimo certificado de participante do seleto grupo que quer ganhar um milhão de almas. Algo subsidiado por princípios de marketing. Acredito que centenas e cristãos colocarão o tal certificado em seus escritórios, salas de jantar ou mesmo nas cabeceiras de suas camas e se sentirão realizados e orgulhosos do que fizeram. Que pena!

Terminando Mudorck profetizou que Deus estava revelando a ele que havia uma pessoa que estava precisando de um milagre financeiro, pois, tal pessoa passa por grande crise, então deveria plantar uma semente dos seus negócios, ou seja, dizimar sobre valores arrecadados em sua empresa. Que profecia esdrúxula! Que profecia caquética! Que profetada! Observe a afirmação: Existe uma pessoa que está passando por sérios problemas... Fiquei a me perguntar: Qual pessoa? Quantos entenderão que a tal profecia diz respeito a eles? Acredito que milhares. Não houve nome de ninguém. Não houve indicação dos negócios desta pessoa. Nada específico, somente o geral. Isso contraria a Palavra de Deus que nos diz que quando o Espírito Santo falou Ananias sobre Paulo, Ele disse quem era a pessoa, como se encontrava, na casa de quem se encontrava e o nome da rua onde tal casa se localizava. Isso é profecia. Inquestionável. Ágabo profetizou utilizando o cinto de Paulo, ou seja, identificou a pessoa e mostrou o que aconteceria e Paulo recebeu tal profecia, creu nela e não se intimidou ou abalou diante dela, mas confiantemente disse que estava pronto não somente a viver, mas também a morrer por Cristo.

Logo depois o grande profeta Murdock profetizou que Deus levaria ao sucesso 12 pessoas e que era para que tais pessoas ofertassem os R$ 1.000,00. Embasou o número 12 nos números dos 12 apóstolos, nas 12 tribos de Israel e nas 12 portas da Nova Jesuralém. Estas 12 pessoas deveriam oferta 12 sementes de R$ 1.000,00 durante os próximos 12 meses. Estas 12 pessoas são sementes extras. São 12 negócios que terão favor sobrenatural de Deus.

JÁ VIMOS ESTE FILME EM AGOSTO DE 2009. CERULLO EMBASOU ASSIM SEUS R$900,00: O PORQUE DOS R$ 900,00 É POR ESTARMOS EM 2009 E NOVE É NÚMERO DE COMPLETUDE. 2008 ERA O ANO DE DO INÍCIO E 2009 ANO DE SER COMPLETO.

No final do apelo Murdoch disse assim: "Quanto mais rápido a semente entrar no solo, mais rápido você verá o seu crescimento.

Lembrou o grande enviado Papa Leão X Johann Tetzel. Padre dominicano que foi encarregado pelo papa para vender indulgências na Alemanha no tempo de Lutero. Tetzel tinha uma máxima: "Tão logo a moeda no cofre ressoa, a alma sai do purgatório." Parece muito com a esta palavra de Murdock, não parece? Refiro-me a rapidez dos resultados.

O que muito me estranha é não ver nenhum tipo de censura por da denominação pertencente tais pastores. Que pena!O que me estranha também é não existir ninguém com penetração na mídia para questionar essas coisas. Mesmo as denominações tidas como históricas têm se calado concordando assim com essa orgia gospel.


O fiel que fizer a tal oferta receberá “de graça” o livro 1001 Chaves de Sabedoria, do pastor americano Mike Murdock, e “um lindo certificado do Clube 1 milhão de almas”, de acordo com o site do Malafaia.

No site há um contador da meta de salvar 1 milhão de almas. A cada “doação voluntária” de R$ 1.000 uma alma entrará no Reino de Deus.


Malafaia lançou a campanha na tv no dia 3 de abril. Até este momento (15h do dia 6/4), pelo contador, foram salvas 105 almas. Ou seja,


o pastor já arrecadou R$
105.000.


O pastor usa a redundância “doação voluntária” para, de certo, evitar que seja processado por familiares de fiéis. Isso ele deve ter aprendido com as sentenças que obrigaram a Igreja Universal a devolver doações.

Não é a primeira vez que Malafaia vai fundo no bolso dos fiéis para “salvar almas”.


Creio que ainda restam os 7000 que não dobraram seus joelhos a Baal. Essa deve ser a nossa esperança.

A Denominação chamada "Igreja Universal do reino de Deus" e a Maçonaria tem algo em comum. Veja Você Mesmo...

sábado, 8 de maio de 2010

Esse vídeo mostra a semelhança entre os templos maçônicos e os da IURD :



Alguns pastores (se é que pode chamar assim) da IURD falam abertamente que as campanhas de prosperidade são realizadas pelo Grande Arquiteto do Universo que é o Cristo Cósmico.

A maçonaria serve apenas como a porta para a ordem mundial de Baha’u’llah . Ora, se o cristo cósmico (Baha’u’llah ou o GADU da maçonaria ) é regido pelo nove, o mesmo deve estar presente dentro da igreja (esse número também representa o reinado da prosperidade).

Na data da criação da TV Record News (27-09-2007) temos a tríade 999.

27 = (2+7= 9)

09 = 9

2007 = (2+7=9)

Além dos templos apresentados nesse vídeo, algumas das igrejas de Edir Macedo também formam a tríade (9). Na foto abaixo temos três triângulos na proporção (3-3-3) das esferas de Bahá.


Existem centenas de templos maçonicos espalhados pelo mundo, veja você mesmo a semelhança...









Podemos concluir que esse monstro chamado Edir Macedo e a alta cúpula da sua seita aguardam o reinado da prosperidade do Anticristo e da Besta do Abismo.

Essa evidência também pode ser vista no último livro do líder da seita chamado “O plano do poder” onde o mesmo transforma o Anticristo no estadista José. Mais uma vez, segundo a palavra de DEUS, Edir Macedo conseguiu ser pior que os demônios, mas a justiça virá:

E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.

Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;

II Pedro 2 (3-4)

Uma Grande Fusão das Forças da Magia negra. Ocorreu Quando o Papa Paulo VI Foi Coroado, em 1963 !

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Durante quase duzentos anos, os Illuminati de magia negra buscaram tomar o controle do Vaticano a partir de dentro. Em junho de 1963, Paulo VI foi coroado e começou a exibir o sinistro crucifixo vergado. A Maçonaria Iluminista tinha se aliado com a Sociedade dos Jesuítas. O livro Vatican Assassins detalha o primeiro grande evento que ocorreu em seguida: o assassinato do presidente John F. Kennedy.

Armando o Cenário: Windswept House: A Vatican Novel, Malachi Martin, "The Enthronement of the Fallen Archangel Lucifer, June 29, 1963" [A Entronização do Anjo Caído Lúcifer, em 29 de junho de 1963].

"A Entronização do Arcanjo Caído Lúcifer foi efetivada dentro da cidadela católico-romana em 29 de junho de 1963; uma data apropriada para a promessa histórica prestes a ser cumprida. Como os principais agentes do cerimonial bem sabem, a tradição satanista há muito tempo predizia que o Tempo do Príncipe seria iniciado no momento em que um papa adotasse o nome do apóstolo Paulo. Esse requisito — o sinal que o Tempo Propício tinha iniciado — tinha sido cumprido exatamente oito dias antes com a eleição do último sucessor de Pedro" [pág. 7; ênfase adicionada].

Esse papa que adotaria o nome do apóstolo Paulo não era ninguém menos que Paulo VI, que se tornou papa em 21 de junho de 1963. Poucas pessoas sabem que, naquele dia, ocorreu uma grande fusão das forças satânicas e que trouxe o Vaticano em total concordância com os Mestres dos Illuminati. Veja: os satanistas sabem que a Igreja Católica Romana tradicional sempre foi a mais poderosa praticante de feitiçaria de magia branca no mundo , embora os Mestres dos Illuminati sejam o maiores praticantes de magia negra no mundo, desde a fundação da ordem em 1 de maio de 1776.

Como resultado, o Vaticano e os Mestres dos Illuminati sempre foram inimigos mortais no cenário global. Seria o mundo unido sob um governo global controlado pelo Vaticano da magia branca, ou pelos Illuminati da magia negra? A intriga e subversão perpetrada pelo Vaticano nos governos de todo o mundo continuamente se chocava com a intriga similar realizada pelos Illuminati de magia negra. O conflito foi lendário, a CIA batalhando contra a KGB.

No início dos anos 1800, os Illuminati decidiram infiltrar o Vaticano a partir de dentro, começando com a infiltração de falsos sacerdotes nos seminários, que avançariam até controlar os seminários, depois passando para o controle do Colégio dos Cardeais e, então, finalmente, controlar o próprio papado. Desde o início, eles calcularam que precisariam de duzentos anos para conseguir esse objetivo. Entretanto, sabiam que precisariam controlar o papado com a magia negra, pois o Cristo deles — o bíblico Anticristo, não poderia surgir a não ser que o mundo ocultista estivesse unido sob o estandarte da magia negra. Em Daniel 8:23-25, a Bíblia prediz que o Anticristo praticará a feitiçaria de magia negra. Veja:

"Mas, no fim do seu reinado, quando acabarem os prevaricadores, se levantará um rei, feroz de semblante, e será entendido em adivinhações. E se fortalecerá o seu poder, mas não pela sua própria força; e destruirá maravilhosamente, e prosperará, e fará o que lhe aprouver; e destruirá os poderosos e o povo santo. E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança; e se levantará contra o Príncipe dos príncipes, mas sem mão será quebrado." [ênfase adicionada].

As palavras em destaque são descrições perfeitas de um praticante de feitiçaria de magia negra. Uma breve explicação se faz necessária:

Feroz de semblante — Como os feiticeiros de magia negra voluntariamente se entregam ao Lado Tenebroso, às forças demoníacas, ficam repletos de uma fúria e um ódio quase sobrenaturais. Fisicamente, adquirem um aspecto feroz. Adolf Hitler é o exemplo mais famoso na história e existem inúmeros retratos dele mostrando essa feição tenebrosa. O mago Aleister Crowley é outro bom exemplo. [Nota: Crowley também foi membro da Ordem dos Templários do Oriente e fundou uma religião chamada Thelema.].

Entendido em adivinhações [A tradução inglesa Autorizada Pelo Rei Tiago diz "compreendendo as sentenças das trevas"] — Quando os ocultistas alcançam certo ponto no desenvolvimento de sua compreensão da feitiçaria, precisam fazer uma escolha: Se escolherem usar seu poder ocultista para o "bem", diz-se que estão seguindo o Caminho da Direita e praticando a magia branca. Se escolherem usar o poder do ocultismo para o mal, diz-se que estão seguindo o Caminho da Esquerda, e praticando a feitiçaria de magia negra. Um feiticeiro ou mago de magia negra então pratica "sentenças das trevas" que causam o caos, a morte e a destruição. Um bom exemplo desse tipo de sentença tenebrosa é a "maldição de morte", em que um demônio é conjurado a esta dimensão para o propósito expresso de matar um inimigo do conciliábulo; a Polícia está bem ciente desse tipo de "sentença das trevas" e chama esse tipo de incidente de "Homicídio Psíquico". Esse tipo de homicídio é impossível de solucionar porque não é perpetrado por um ser humano; é um ser demoníaco que perpetra o homicídio e não deixa pistas que permitam à Polícia solucionar o crime.

Fará o engano prosperar em sua mão. A feitiçaria sempre é referida de forma abreviada como "a arte". Além disso, todos os rituais são feitos pelo feiticeiro ou mago usando as mãos. O movimento cerimonial das mãos é crucial para o sucesso do ritual seja lá do tipo que for.

Assim, o Anticristo praticará a feitiçaria de magia negra. Essa profecia bíblica significa que a vitória final pertencerá aos Mestres dos Illuminati. Assim foi que essa captura final do Vaticano ocorreu oficialmente em 21 de junho de 1963, com a coroação do papa Paulo VI. Como os Illuminati gostam de produzir sinais simbólicos que somente os satanistas compreendem, não perderam tempo sinalizando simbolicamente que tinham finalmente conquistado o Vaticano de magia branca para sua causa. O papa Paulo VI começou a usar o símbolo satânico conhecido como Crucifixo Vergado, mostrado nesta gravura nas mãos do papa João Paulo II. Permitamos ao autor católico Piers Compton o privilégio da explicação, em seu livro The Broken Cross: Hidden Hand in the Vatican, Channel Island, Neville Spearman, 1981:

"O Crucifixo Vergado é... um símbolo sinistro, usado pelos satanistas no século VI, que tinha sido reavivado no tempo do Concílio Vaticano 2. Era uma cruz vergada ou quebrada, na qual era exibida uma figura repulsiva e distorcida de Cristo, que os magos e bruxos de magia negra da Idade Média criaram para representar o termo bíblico da 'marca da besta'. Entretanto, não somente Paulo VI, mas seus sucessores, João Paulo I e João Paulo II, carregaram esse objeto e o exibiam para ser reverenciado pelas multidões, que não tinham a menor idéia de que ele representa o Anticristo." [pág. 72].

Na página 56, Compton mostra uma foto do papa atual, João Paulo II, segurando esse crucifixo vergado, exatamente como mostramos anteriormente.

O Crucifixo Vergado é um símbolo muito bem conhecido do Anticristo de magia negra para os satanistas em todo o mundo. Além disso, os satanistas conhecem bem o papel do papado na promoção desse plano da magia negra. Esse fato é a razão por que Malachi Martin mostra o crucifixo vergado na capa de seu livro Windswept House; o crucifixo vergado é mostrado de forma preeminente diante da figura em penumbra do papa ao fundo!

Vamos retornar agora à história da cerimônia oficial secreta para comemorar essa vitória da magia negra. Ela ocorreu no dia 29 de junho de 1963. Acho altamente instrutivo que o dia específico escolhido para essa coroação foi o dia 29 do mês, um dia cuja soma dos algarismos é '11', o número do Anticristo na Bíblia [Daniel 7:7-8] e na doutrina satânica. Após a cerimônia pública em 21 de junho, a cerimônia de magia negra ocorreu em 28 de junho. Entretanto, ela deveria ser uma Cerimônia Paralela, uma cerimônia que deveria ser realizada em duas localidades geográficas distintas exatamente ao mesmo tempo. Malachi Martin explica em Windswept House. Veja:

"Elementos discretos como o pentáculo, as velas pretas e as roupagens apropriadas poderiam ser parte do cerimonial em Roma. Mas outros itens — a Travessa com Ossos, os animais sacrificiais e a vítima — seriam demais. Precisaria haver uma Entronização Paralela. Uma co-celebração poderia ser realizada com o mesmo efeito pelos Irmãos em uma Capela-Alvo Autorizada. Desde que todos os participantes em ambas as localidades "alvejassem' todos os elementos do evento na capela romana, então o evento em sua plenitude seria realizado especificamente na área-alvo. Tudo seria uma questão de unanimidade dos corações, identidade de intenções e perfeito sincronismo das palavras e ações entre as duas capelas-alvo. As vontades vivas e as mentes pensantes dos participantes concentrados no Objetivo do Príncipe transcenderia toda a distância." [pág. 8].

Em outras palavras, o animal sacrificial requerido e a vítima humana, que não poderiam ser cerimonialmente mortos na cerimônia secreta na capela romana dentro das paredes do Vaticano poderiam ser mortos na cerimônia paralela na "capela-alvo autorizada" em outro local. Martin diz que essa capela estava localizada na Carolina do Sul, nos EUA! [Ibidem].

Entretanto, cada gesto e cada palavra da cerimônia na capela romana dentro do Vaticano precisariam ser exata e simultaneamente repetidos na capela distante. Para isso, uma conexão telefônica foi estabelecida. Em cada local, um sacerdote experiente, que tinha realizado o ritual tantas vezes que estava perfeitamente familiarizado com a cadência dos gestos e as palavras proferidas começaria no mesmo momento, e finalizaria precisamente no mesmo instante. Quando chegasse o tempo do "sacrifício vivo" ser feito, o punhal cerimonial no Vaticano cairia precisamente no mesmo momento que o punhal cerimonial na capela remota!

Por meio dessa cerimônia de magia negra, o primeiro papa realmente de magia negra na história — Paulo VI — foi oficial e poderosamente entronizado. A Cerimônia Paralela foi absolutamente essencial, pois a verdadeira fusão das forças satânicas mundiais não poderia ocorrer de outra forma.

E assim elas ocorreram. As forças satânicas maciças da magia branca e negra cessaram de batalhar pela supremacia, juntando forças no "tempo do fim" para finalmente mover o mundo para o Reino do Anticristo, a Nova Ordem Mundial. A partir desse momento, as decisões finais foram tomadas pela liderança de alto nível dos Mestres dos Illuminati, não do Vaticano. A liderança de alto nível passou para a monarquia britânica, a Casa de Windsor. [Leia o livro Antichrist and a Cup of Tea, de Tim Cohen]; o Vaticano simplesmente passou a receber ordens, em vez de dá-las.

Essa grande fusão de todas as forças satânicas significou que os jesuítas estavam agora trabalhando para os Illuminati; não para o Vaticano. Todos os agentes dos jesuítas e todas suas organizações, agora recebem ordens dos Illuminati. Portanto, todos os eventos que ocorreram em nome da vindoura Nova Ordem Mundial após 29 de junho de 1963, ocorreram por que os Illuminati ordenaram que ocorressem. O Vaticano cessou de ser um quartel-general independente e começou a marchar em total sincronismo com a Casa de Windsor.

Posteriormente, no início de 1991, o papa foi escolhido para ser o líder religioso supremo . Como os Illuminati estão com o controle total do Vaticano agora e como planejam que o papa seja o Falso Profeta religioso de Apocalipse 13:11-18, não têm problemas em mostrar submissão publicamente, quando se encontram com ele. Assim, o papa veste-se de roupas brancas simbólicas da religião do zoroastrismo do deus-sol luciferiano, enquanto os Iluministas que se encontram com o papa vestem-se de preto, expressando subordinação.

Esse fato é o elemento-chave que o autor do livro Vatican Assassins simplesmente não compreende. Apesar disso, sua exposição sobre o Vaticano e os jesuítas é inestimável, pois documenta completamente as intrigas dos jesuítas nos longos corredores da história até o século XX. Ele também nos ajuda a compreender muitos eventos problemáticos na história mundial. Vamos agora examinar um desses eventos: o assassinato do presidente John F. Kennedy. Vejamos primeiro as revelações de Vatican Assassins":

- Chart


Sistema Mundial em 1963

Satanás
"...o deus deste século..." 2 Coríntios 4:4

Jean-Baptiste Janssens
General dos Jesuítas

Giovanni Battista Montini
O "Infalível" Papa Paulo VI

Francis "Cardeal" Spellman
Arcebispo de Nova York e Cavaleiro de Colombo
"Vigário Militar Norte-Americano"

J. Peter Grace, CFR
Chefe da Seção Americana
dos Cavaleiros de Malta
Presidente da W. R. Grace & Co.
Patrocinou a "Operação Clipe de Papel"
Complexo Industrial-Militar

John A. McCone
Cavaleiro de Malta
Complexo Industrial-Militar
Diretor da Agência Central de Inteligência (CIA)

Reinhard Gehlen
Cavaleiro de Malta
General da Inteligência Nazista
Traiu o Exército alemão
General do Exército dos EUA
Cria a CIA
Treina o Mossad
de Israel

James Jesus Angleton
Cavaleiro de Malta
Oficial da OSS em Roma

Agente da NKVD / KGB
Chefe da Contra-Inteligência da CIA
Responsável pelo "Setor Vaticano" na CIA
Responsável pelo "Setor Israelense" na CIA

Kim Philby
Cavaleiro de Malta
SIS britânico
Membro da "Rede de Espionagem de Cambridge"
CIA/KGB
Philby/Oswald
Falsos Dissidentes

Acusou Fidel Castro & Oswald


William F. Buckley, Jr.
Cavaleiro de Malta
Membro do CFR / CIA
Membro da "Caveira e Ossos"
Editor da National Review
Acusou Fidel Castro
Acusou Oswald


Clay Shaw
Cavaleiro de Malta
Funcionário graduado da CIA
Diretor da Intl. Trade Mart
New Orleans
Interrogado por Jim Garrison, 1969

Lee Harvey Oswald
ONI, CIA, FBI
Falso Dissidente na Rússia
Conexão KGB/CIA
"Sou apenas um laranja"
Assassinado pelo mafioso
Jack Ruby
Ruby é preso e assassinado

Comissão Warren
Gerald Ford, Congressista
Maçom do Santuário
Cartha D. DeLoach, FBI
Cavaleiro de Malta
DeLoach
ajuda Ford
Acusa Oswald
Grande Ocultação dos Jesuítas
de 1963 até o presente


Henry Luce

Cavaleiro de Malta
CFR / Funcionário da CIA
Membro da Caveira & Ossos
Editor da Time / Life
Acusou Fidel Castro
Acusou Oswald

E. Howard Hunt
Assassino da CIA
Ficou provado no Tribunal Federal do Distrito de Miami
que esteve em Dallas
em 22 de novembro de 1963
Hunt x Liberty Lobby, 1985
Documentado no livro de Mark Lane
Plausible Denial, 1991


Charles Colson
Protestante pró-jesuíta
Ajuda na ocultação


G. Gordon Liddy

Treinado pelos jesuítas na Universidade Fordham
Ajuda na ocultação

Assassinato do Presidente Kennedy
Cavaleiro de Colombo
"Rebelde"
ao papa, ao tentar destruir a CIA do general jesuíta e encerrar
a "Guerra de Spellman" no Vietnã e, portanto, era um "notório tirano"
cujo assassinato era lícito, de acordo com o jesuíta Francisco Suarez
em Defensio Catholicae Fidei.

Vatican Assassins", de Eric Jon Phelps, págs. 39

Ao estudar atentamente as pessoas nesse diagrama, você descobrirá os nomes de figuras-chave dos jesuítas que tiveram um papel proeminente no assassinato:

Francis "Cardeal" Spellman — Arcebispo de Nova York e Cavaleiro de Colombo. O autor de Vatican Assassins revela que o cardeal também era o "Vigário Militar" dos EUA. Poucas pessoas imaginariam que o cardeal tinha um "lado tenebroso", mas ele certamente tem, pois ninguém que não faça parte da agenda do papa negro é indicado para um nível tão alto de autoridade na hierarquia da Igreja Católica Romana.

J. Peter Grace — Chefe dos Cavaleiros de Malta nos EUA. Grace também foi indicado para uma junta de investigação formada pelo presidente Reagan.

John A. McCone — Cavaleiro de Malta e membro do CFR (Conselho das Relações Exteriores). Foi bem conhecido em toda a desastrosa Guerra do Vietnã, uma das principais guerras planejadas pelos Illuminati.

William F. Buckley Jr. — Cavaleiro de Malta, membro do CFR e da CIA, e ainda da sociedade secreta satânica Caveira e Ossos . Buckley sempre foi retratado como um "conservador" que luta contra o Grande Governo e sua intrusão cada vez maior, demonstrando a verdade que ensinamos no Seminário 2, que o CFR foi criado para treinar homens e mulheres nas táticas da Nova Ordem Mundial e, ao mesmo tempo, graduá-los com um rótulo que eles carregarão consigo pelo resto da vida.

Henry Luce — Revista Time, Cavaleiro de Malta, membro do CFR, da CIA e da Caveira e Ossos! Assim, apesar de todas essas credenciais satânicas, o reverendo Billy Graham o tem como um de seus melhores amigos. Graham disse que, após o primeiro encontro deles, arranjado na residência do governador da Carolina do Sul pelo maçom de Grau 33 Strom Thurmon, ele e Luce desenvolveram uma "duradoura amizade"! [Dr. Cathy Burns, Billy Graham and his Friends: A Hidden Agenda?, pág. 41].

Lee Harvey Oswald — Foi o agente da CIA / KGB que foi usado poderosamente para patrocinar a ridícula teoria do assassinato do presidente Kennedy. Qualquer assassinato bem planejado sempre tem um bode expiatório sobre quem o foco da "investigação" cairá, afastando assim a atenção do cidadão mediano dos verdadeiros culpados.

Gerald Ford — Tornou-se presidente dos EUA após a renúncia de Nixon. Não somente era um maçom do Santuário, como informado em Vatican Assassins, mas também era membro do grupo Bilderberg, um dos principais corpos governantes dos iluministas.

Charles Colson - É identificado em Vatican Assassins como "um protestante pró-jesuíta"! Isso certamente explica a terrível apostasia em que o ministério de Colson está envolvido, a cooperação com o papa e a aceitação do Prêmio Templeton, levando os cristãos crédulos ao erro!

Vatican Assassins identifica corretamente a razão por que o presidente Kennedy foi assassinado: ele iria retirar os EUA da planejada Guerra do Vietnã. Além disso, Kennedy planejava reduzir drasticamente o poder e a abrangência da CIA e da Federal Reserve, e alguns até acreditam que ele iria revelar o plano total dos Illuminati para colocar em cena o Anticristo!

Não é de se admirar que os jesuítas o tenham tirado do caminho!

Entretanto, o assassinato de Kennedy também tem marcas da Maçonaria.

"O presidente Kennedy estava planejando usar os poderes da presidência para informar o povo americano sobre o plano dos Illuminati para nos escravizar, e algumas semanas mais tarde ele foi assassinado. Entretanto, esse assassinato foi perpetrado de acordo com o número favorito dos Illuminati, o onze:

  • Em novembro, o décimo primeiro mês;
  • No dia 22 [11x2];
  • Em Dallas, que está situada no paralelo 33 [11x3];
  • Na Praça Dealey, o local em que havia uma antiga loja maçônica durante a época da Revolução para a libertação do Texas do domínio mexicano. Na praça Dealey há um obelisco em comemoração à "primeira loja fraternal no Texas". [Masonry: Conspiracy Against Christianity, de Ralph Epperson, pág. 51;

Assim, Kennedy foi assassinado com a assinatura acompanhante dos Iluministas, da mesma forma como o número 11 formou a assinatura Iluminista no ataque ao World Trade Center e ao Pentágono, em 11/9/2001.

Vatican Assassins relaciona os homens envolvidos no assassinato que estavam conectados com os jesuítas, como detalhamos anteriormente. A seguir, estão os homens envolvidos em posições críticas com o assassinato e que eram maçons. [Epperson, pág. 332 em diante].

Earl Warren — Chefiou a Comissão Warren.

J. Edgar Hoover — Chefão do FBI e maçom do Grau 33.

Além disso, Kennedy foi alvejado no local exato em que o herói lendário, Hirão-Abi, foi atingido pelos três rufiões na lenda dramática das lojas maçônicas! Da mesma forma como Hirão, Kennedy foi alvejado nas costas, perto do coração, no pescoço e, finalmente, na cabeça. O último golpe é que matou ambos os homens.

Finalmente, os Illuminati sinalizaram para o mundo inteiro que eram a força que estava por trás do assassinato quando criaram o monumento da Chama Perpétua ao presidente morto. (Leia os detalhes em N1547 (disponível na área restrita aos assinantes.).

A Maçonaria tem suas digitais em todo o assassinato de Kennedy!

Grande Fusão da Maçonaria Iluminista com os Jesuítas do Vaticano

Agora, como puderam os jesuítas de magia branca e os maçons de magia negra estarem intimamente envolvidos na liderança para o assassinato do presidente Kennedy? Não é possível reconciliar a questão sem compreender que uma grande fusão de todas as forças satânicas ocorreu em 29 de junho de 1963, na Entronização Secreta do Papa Paulo VI!

A organização formada pelos jesuítas tornou-se a organização dos Mestres dos Illuminati em 29 de junho de 1963.

Estamos agora 39 anos completos após esse evento, a entronização secreta do Arcanjo Caído Lúcifer, conforme descrito por Malachi Martin. Os eventos mundiais estão ocorrendo com rapidez e agora o mundo está tremendo diante do precipício que a Bíblia chama de Período da Tribulação, e seu governante, o Anticristo.



“...haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos”
(2 Timóteo 4.3)

Páginas Visitadas

Contador de acesso grátis